O brincar e a criança com autismo: mediação pedagógica pertinente a uma educação para todos

  • Mônica F Siqueira
  • Wanize A Rocha
  • Leticia R Nunes
  • Elizângela Malafaia
  • Bruna Rasseli

Resumo

O estudo tem por objetivo compreender o brincar da criança com autismo em contexto regular de ensino e suas implicações para o aprendizado e desenvolvimento infantil. Como objetivos específicos destacam-se: analisar as formas de interação e produção de sentidos entre criança com diagnóstico de autismo e professora e também com outras crianças no cotidiano regular de ensino; construir possibilidades de mediação pedagógica que favoreçam: a aproximação, estabelecimento de vínculos e mediações entre criança com autismo e professora, entre as crianças, crianças e brinquedos. Adotaremos como caminho teórico-metodológico, a pesquisa qualitativa do tipo estudo de caso, tomando como referência a matriz histórico-cultural. Os dados serão coletados por meio da observação participante, diário de campo, videogravação e fotos das aulas, entrevista semiestruturada com os pais e/ou responsáveis. Como resultado do estudo espera-se compreender como ocorre o brincar da criança com autismo no contexto regular de ensino e suas implicações para o aprendizado e desenvolvimento infantil, bem como, essas crianças expressam sua atividade lúdica no cotidiano escolar. Também é relevante compreender como o ato pedagógico intencional pode favorecer a interação da criança com e sem autismo no mesmo espaço-tempo de aprendizado e de como propiciar um ambiente lúdico que acolha e trabalhe com os diferentes recursos de comunicação não verbal, frequentemente observados na relação com essas crianças.


Palavras Chave. Brincar. Autismo. Mediação pedagógica

Publicado
2019-04-09
Como Citar
SIQUEIRA, Mônica F et al. O brincar e a criança com autismo: mediação pedagógica pertinente a uma educação para todos. Revista Espaço Transdisciplinar, [S.l.], v. 2, n. 01, p. 83-90, abr. 2019. ISSN 2526-6470. Disponível em: <http://periodicosnovomilenio.com.br/index.php/transdisciplinar/article/view/66>. Acesso em: 21 maio 2019.